EU ENGANO-ME E TENHO SEMPRE MUITAS DÚVIDAS!!!
Terça-feira, 22 de Julho de 2008
TESTAMENTO

 

 

Noites longas de sono perturbado,
São assim as noites que eu passo,
No silêncio da noite, de olhos bem abertos,
No meio da escuridão vejo um futuro incerto.
 
Esta noite pensei…se morrer, como não tenho descêndencia, tudo o que possuo reverterá para os meus pais! É certo que assim o seja, mas, no entanto, gostaria de deixar alguns bens a outras pessoas, por isso resolvi fazer um testamento! Irei fazer um testamento em triplicado, selado, que será distribuído por três pessoas distintas. Apenas poderá ser aberto quando eu fizer a “viagem”! Nele será revelado quem eu gostaria que ficasse com o quê! A acompanhar irá uma lista de pessoas e seus contactos que deverão ser informadas da minha última “viagem!
 
Não quero que seja realizada nenhuma missa, pois não quero nenhum “padreco” que não conheço de lado nenhum nem nunca me foi apresentado, a dizer coisas sem nexo tiradas de um livro feito pelo Vaticano! Quero sim que as pessoas se reúnam à minha volta e, uma por uma, contem “episódios” e vivências que passaram na minha presença, sejam elas boas ou menos agradáveis! Quero que as contem com saudade e não com tristeza, que riam e não que chorem, que falem e não que estejam caladas!
 
Este é o meu desejo!
 
A solidão faz a mente percorrer caminhos conturbados!
 

 

 



Publicado por O Presidente às 21:38
Link do post | Adicionar aos favoritos

De João Carreira a 23 de Julho de 2008 às 15:41
Caro Primo,

Apreciei os teus útimos textos; só não comentei por escassez de tempo.

Deixa-te de escrita sobre a morte e perde apenas tempo com a vida. Vive-a intensamente. E mesmo nos momentos menos agradáveis aprende com eles. Ouve "Learn" da Alanis...Come gelados e aproveita a praia.

Testamento. Herdeiros...Tudo isso não interessa a quem está morto. Quem está morto só queria estar vivo, nem que fosse por um segundo.
Aproveita ao máximo a vida. Em todo o Universo e em toda a História da humanidade, não há ninguém geneticamente igual a ti. O que fizeres de ti, fará uma enorme diferença...em ti, principalmente. Tu és o único responsável por ti e por quase tudo o que te acontece. Tudo apenas depende da tua atitude e da atitude com que enfrentas a vida. O teu maior poema é a tua vida e cabe a ti - e apenas a ti - escrevê-lo.

Qual será o teu poema? Os teus objectivos a 5, 10 ou 20 anos? Como queres chegar lá e por qual caminho?...

Morte?...Como diz o Nuno, nos "Contemporâneos": "Vai maz zé fazer qualquer coizzinha pela Vida!!"

Um Forte Abraço de Saudades.

João


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




. Mais sobre mim
. Pesquisar neste blog
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


. Posts Recentes

IN MY DEFENCE

Here I´m!

FINALMENTE...

SENSIONALISMO MUSICAL

SUGESTÃO...

TENTOU-SE O GOLPE DE ESTA...

FREEPORT Lda e COMPANHIA

QUEIJO Vs MÉNAGE

SEM PALAVRAS!

SERVIÇO DE URGÊNCIAS

. Arquivos

Abril 2011

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

. Tags

todas as tags

. Links
blogs SAPO
subscrever feeds